BLOG

18/03/2021

MARÇO VERDE

Estamos no mês verde! Um mês especial de cuidado com a saúde visual. Conheça também, o trabalho do optometrista

Março Verde é o mês de Conscientização em Saúde Visual, uma campanha idealizada pelo Conselho Brasileiro de Óptica e Optometria - CBOO e apoio da Frente Parlamentar da Optometria (56°leg), do World Council of Optometry - WCO, da Associación Latinoamercana de Optopmetria y Óptica - ALDOO e das Entidades Estaduais filiadas, em atenção aos milhares de brasileiros que sofrem com problemas de visão, entre eles, cerca de 6 milhões de crianças em idade escolar, desassistidas pela falta de implementação de um programa eficaz de atenção primária em saúde visual e ocular, a exemplo do que é praticado em todo o mundo, através da atuação do Optometrista.

A baixa qualidade visual gera um impacto negativo no desenvolvimento educacional e econômico do indivíduo e da nação, provocando, dentre outros males os problemas de aprendizagem, evasão escolar, marginalização e baixa produtividade, limitando as oportunidades e reduzindo a qualidade de vida.

O Março Verde tem como objetivo principal promover uma mudança de paradigma quanto ao cuidado com a visão, com foco na atuação preventiva.

Você conhece o trabalho de um optometrista?


O Optometrista está capacitado a:

Fomentar ações de alto cuidado em saúde visual e ocular com o objetivo de conscientizar a população dos possíveis riscos aos quais podem estar expostos de acordo com sua atividade laboral, acadêmica e de lazer.

Identificar e analisar os fatores determinantes da saúde, para desenvolver, promover e executar ações que permitam seu controle e acompanhamento adequado.

Realizar ações de triagem e avaliação massiva (campanhas de atendimento sem fins econômicos) com o objetivo de detectar alterações visuais, oculares e definir a conduta adequada.

Fomentar e realizar alianças com grupos interdisciplinares e intersetoriais para a detecção e tratamento das alterações visuais e oculares para o paciente e sua família.

Cabe ao Optometrista:

Avaliar as anomalias do estado refrativo, sensório motor perceptual e ocular do paciente através da aplicação de provas não invasivas pertinentes.

Detectar as alterações da acuidade visual, sensibilidade ao contraste, visão cromática, disfunções e alterações da visão binocular e campo visual.

Realizar a avaliação optométrica integral, avaliação ortóptica, exames para adaptação de lentes de contato, lentes prismáticas, filtros terapeuticos, lentes oftálmicas e próteses oculares para a análise, definição e execução de tratamentos, condutas terapêuticas não invasivas e não medicamentosas e procedimentos através de orifícios naturais em estruturas anatômicas visando à recuperação físicofuncional sem o comprometimento da estrutura celular e tecidual.

Interpretar e usar procedimentos e provas diagnósticas não invasivas, necessárias para emitir um conceito e definir um plano de ação.

Realizar e interpretar exames não invasivos por meio de provas diagnosticas e de eletrofisiologia mediante o uso de tecnologia em saúde e todas aquelas que nodesenvolvimento tecnológico sejam incluídas nesta categoria para a análise, medição e avaliação dos tecidos, estruturas e funções do sistema motor, visual, ocular e seus anexos.

Detectar condições de aprendizagem relacionados com o sistema visual através de provas e exames especializados.

Reconheça o trabalho do Optometrista!

Fonte: cboo.org.br